Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Joaquim Delfino Ribeiro da Luz

Publicado: Quarta, 07 de Novembro de 2018, 11h55 | Última atualização em Sexta, 16 de Novembro de 2018, 11h52 | Acessos: 28

Nasceu em Espírito Santo dos Cunquibus, Minas Gerais, que, por sua iniciativa, a partir de 1850, passou a se chamar Cristina, em homenagem à imperatriz Tereza Cristina, em 26 de dezembro de 1824. Formou-se pela Faculdade de Direito de São Paulo em 1848. Ocupou o cargo de juiz municipal e de órfãos em Itajubá, Minas Gerais, e de inspetor de rendas. Foi presidente (1857) e vice-presidente (1860) de sua província natal e, a partir de 1853, deputado geral em diversas legislaturas, até tornar-se senador (1870) e membro do Conselho de Estado. Além de ministro da Justiça (1885-1887) durante o gabinete formado pelo barão de Cotegipe, ocupou as pastas da Marinha (1872) e da Guerra (1887). Amigo pessoal do imperador d. Pedro II, retirou-se da política após a Proclamação da República. Foi agraciado pelo governo imperial com os títulos de conselheiro do Império e oficial da Ordem da Rosa. Morreu em Cristina, sua cidade natal, em 4 de junho de 1903.

 

Fonte

CABRAL, Dilma et al. Ministério da Justiça 190 anos: justiça, direitos e cidadania no Brasil. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2012.

Fim do conteúdo da página