Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Publicações > Assuntos > Produção > Publicações > Biografias > Antônio de Arrábida, bispo de Anemúria
Início do conteúdo da página

Antônio de Arrábida, bispo de Anemúria

Acessos: 686

Nasceu em Lisboa, Portugal, em 9 de setembro de 1771. Ingressou na Ordem de São Francisco, no convento de S. Pedro de Alcântara, aos 15 anos. Terminou os estudos de teologia no convento de Mafra, onde exerceu os cargos de lente e bibliotecário. Conselheiro e confessor de d. João, foi designado mentor e responsável pela educação dos príncipes d. Pedro e d. Miguel, às vésperas da mudança para o Brasil. Organizou os Manuscritos da Coroa, uma coleção de seis mil códices que constituía um arquivo reservado da Real Biblioteca, até 1811, tendo sido substituído por Luís dos Santos Marrocos. Foi nomeado censor régio da Mesa do Desembargo do Paço pelo decreto de 27 de setembro de 1808. Permaneceu no Brasil após o retorno de d. João VI a Portugal, tendo sido diretor da Biblioteca Pública e Nacional (1822-1831) e reitor do Imperial Colégio de Pedro II (1838-1839). Recebeu a dignidade de bispo de Anemúria, (1824), a comenda da Ordem de Cristo e foi designado conselheiro de Estado extraordinário (1842). Morreu em 10 de abril de 1850, sendo sepultado no Convento de Santo Antônio.


Bibliografia

INSTITUTO HISTÓRICO E GEOGRÁFICO BRASILEIRO. Os bispos de Anemúria e de Crisópolis. In: Congresso de História da Independência do Brasil, 1975, Rio de Janeiro. Anais… Rio de Janeiro, v. 62, n. 100, p. 19-23, 1975.

 

 

Fim do conteúdo da página