Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Caetano Maria Lopes Gama

Publicado: Terça, 04 de Dezembro de 2018, 12h16 | Última atualização em Sexta, 23 de Novembro de 2018, 13h16

Nasceu em Recife, Pernambuco, em 5 de agosto de 1795. Formou-se em direito pela Universidade de Coimbra, Portugal, e em humanidades pelo Mosteiro de São Bento, em Olinda. Na província de Alagoas, ocupou diferentes cargos na magistratura, entre eles o de juiz de fora na vila de Penedo, ouvidor da comarca de Maceió (1822) e auditor-geral da marinha (1828). Desembargador da Relação de Pernambuco (1828), foi nomeado em 1829 para a Relação da Bahia com exercício na Casa de Suplicação na Corte, onde foi intendente-geral da Polícia (1830), corregedor do crime, juiz conservador da nação inglesa (1833) e ministro do Supremo Tribunal de Justiça. Na política, ocupou os cargos de presidente da Junta Governativa (1822), e presidente das províncias de Goiás (1824), Rio Grande do Sul (1829) e Alagoas (1844). Deputado pela província de Pernambuco à Assembleia Geral (1826), tornou-se senador do Império em 1839. Ocupou por duas vezes as pastas dos Negócios Estrangeiros (1839 e 1857) e da Justiça (1847 e 1862). Foi sócio do Instituto Histórico Geográfico Brasileiro e de diversas sociedades científicas e literárias, inclusive estrangeiras, como a Academia de Arqueologia da Bélgica. Pertenceu ao Conselho do Imperador, tendo sido agraciado com o título de visconde de Maranguape. Morreu no Rio de Janeiro em 21 de junho de 1864.

 

Fonte

CABRAL, Dilma et al. Ministério da Justiça 190 anos: justiça, direitos e cidadania no Brasil. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2012.

Fim do conteúdo da página